MSTA participa de evento em Florianópolis sobre a Judicialização da Saúde no Brasil

Nos dias 21 e 22 de março os advogados(as) do escritório Miara-Schuarts, Tomasczeski Advogados (MSTA), da filial localizada em Florianópolis, Dr. Marcio Alexandre Cavenague, Dra. Thaís Hadlich e Dra. Karen Nunes do Nascimento, participaram do evento “O Direito e a Saúde: Repensando a Judicialização”, promovido pelo Hospital SOS Cardio.

A palestra contou com importantes nomes das mais variadas áreas como Médicos, Desembargadores, Juízes, Gestores da ANS, Gestores de Planos de Saúde, Advogados etc., todos centrados nos caminhos para se reverter o quadro crítico do custo assistencial atualmente vivenciado pela saúde suplementar, em razão da Judicialização extremada dos temas voltados à saúde.

Na oportunidade, a cliente Unimed Grande Florianópolis (UGF) se fez presente entre os palestrantes e a Dra. Alessandra Monti Badalotti, Gerente Jurídica da UGF, pôde apresentar o importante projeto firmado via CEJUSC local, cujo objetivo central é a solução de conflitos nas demandas ajuizadas por beneficiários com diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista (TEA) e Transtornos Globais do Desenvolvimento (TGD), no âmbito do  Judiciário Catarinense. A iniciativa, inclusive, recebeu premiação pelo CNJ no ano de 2023, por estar focado em medidas de conciliação, em tempos de judicialização desenfreada no contexto da saúde suplementar. 

O evento também contou com a presença do Presidente da UGF, Dr. Jalmir Rogério Aust, que participou de uma mesa redonda em que foram discutidos temas importantes sobre a realidade da saúde suplementar no Brasil, explicitando que a UGF apoia a implementação de ferramentas que possam contribuir para a redução da judicialização e, por conseguinte, ajudar a trazer o reequilíbrio das contas do setor, a exemplo da conciliação e do Natjus. 

Os temas debatidos na ocasião proporcionaram diversos esclarecimentos, bem como reflexões necessárias sobre o assunto, reforçando que o escritório MSTA está no caminho certo ao buscar, junto de seus parceiros, soluções adequadas que visam superar as dificuldades decorrentes da crescente judicialização de demandas relacionadas à saúde.

Últimos Posts

Receita Federal do Brasil (RFB) publica solução de consulta sobre a cessão temporária de criptomoedas fungíveis como retribuição mensal paga por pessoa jurídica domiciliada no país

Foi publicada Solução de Consulta COSIT nº 184/2024, a qual trata acerca da cessão temporária de criptomoedas fungíveis como retribuição mensal paga por pessoa jurídica domiciliada no país. No caso, foi analisada uma empresa Trader que realiza contrato de Uso e Gozo do bem digital, mediante pagamento de locação mensal em que pode haver o saque para moeda fiduciária ao final ou mantidas em uma carteira de exchange.